24/03/2023

Qual a taxa do cartão de crédito para o lojista?

Ao final de 2020, uma pesquisa feita pelo Banco Central demonstrou que, no Brasil, existiam 134 milhões de cartões de crédito.

Portanto, se você quer abrir ou já é dono de um estabelecimento comercial, não pode deixar de oferecer esse meio de pagamento para os clientes. No entanto, é um recurso que pode gerar algumas despesas para o seu negócio.

Para esclarecer esse assunto, preparamos esse artigo que vai te ajudar a entender qual a taxa do cartão de crédito para o lojista, entre outras dúvidas sobre o assunto. Vamos lá?

qual-a-taxa-do-cartão-de-crédito-para-o-lojista

Como funcionam as vendas parceladas no cartão de crédito?

Antes de esclarecer qual a taxa do cartão de crédito para o lojista, é necessário entender como esse meio de pagamento funciona.

Primeiro, o cliente precisa se dirigir até uma loja e adquirir determinado produto ou serviço, informando qual a forma de pagamento, débito ou crédito.

Se o cliente desejar pagar a compra no crédito, o lojista deve informar a ele a quantidade de parcelas disponíveis para o parcelamento, assim, ele poderá escolher a melhor opção.

Após a comprovação da compra, o lojista receberá o pagamento conforme o prazo estabelecido pela maquininha do cartão. Ou seja, o valor da compra não é recebido imediatamente.

Porém, o lojista pode optar por receber o pagamento à vista, mas, nesse caso, deve entrar em contato com a empresa de cartão para fazer a solicitação.

🛒 Compre mais de 40.000 produtos no atacado direto dos fornecedores com descontos de até 60%

Afinal, qual a taxa do cartão de crédito para o lojista?

Agora que você entendeu como funciona o pagamento parcelado no cartão de crédito, vamos te mostrar qual a taxa do cartão de crédito para o lojista.

Porém, vale ressaltar, que as taxas variam conforme a empresa da maquininha de cartão e do tipo de serviço prestado. Mas, no geral, são cobradas as seguintes taxas:

Aluguel da máquina

Uma das primeiras taxas que o lojista deve ter que pagar é o aluguel da máquina do cartão.

Em alguns casos, é possível optar por comprar a máquina, ao invés de pagar o aluguel, porém, o custo pode ser maior.

Taxa de transação

Outra taxa cobrada dos lojistas é a taxa de transação, cobrada a cada compra efetuada pelo empreendedor, independente do pagamento no débito ou crédito.

No geral, as maquininhas de cartão estabelecem uma porcentagem de 2% a 4% para essa taxa.

Taxa de parcelamento

A taxa de parcelamento, como o próprio nome diz, é cobrada em cima do parcelamento das compras, tendo uma taxa aproximada a 4%.

Algumas empresas estabelecem uma taxa fixa, ou seja, a mesma taxa independente ao número de parcelas. Outras, adotam a taxa progressiva, variando conforme o número de parcelas.

Taxa de antecipação

Como dissemos, o valor das parcelas não será repassado imediatamente ao lojista, porém, é possível solicitar a antecipação dos pagamentos.

Nesse caso, será cobrada a taxa de antecipação que irá variar conforme as políticas da empresa operadora da máquina do cartão.

Como calcular os juros das vendas parceladas?

Como dito anteriormente, as taxas irão variar de empresa para empresa, por isso, essa informação deve ser consultada com antecedência.

Mas, para que você entenda como esse cálculo funciona e quanto será o faturamento da sua loja, vamos considerar um exemplo como uma taxa de 3%, portanto temos:

  • Produto no valor de R$ 50 e taxa de 3%;
  • 3% de R$ 50 e R$ 1,50;
  • Logo o repasse ao lojista será de R$ 50 – R$ 1,50 = R$ 48,50.

Caso as parcelas tenham juros progressivos, o cálculo é ainda mais complexo. Por exemplo:

  • Valor do produto: R$ 50;
  • Parcelamento: 3x;
  • Valor da parcela; R$ 16,67;
  • Taxa de parcelamento: 2% com acréscimo de 1,5% fixo.

Portanto:

  • Na primeira parcela, será debitado 2% de R$ 16,67, ou seja, R$ 0,33. Sendo repassado para o lojista, R$ 16,34;
  • Na parcela seguinte será somado as taxas (2% + 1,5% = 3,5%) que incidem sobre o valor da parcela. Sendo: 3,5% de 16,67%. Ou seja, R$ 0,58. Portanto, o lojista irá receber R$ 16,09;
  • Ao final das parcelas, o valor recebido será de R$ 48,52.

Quais as vantagens de vender parcelado?

Diante do que leu até aqui, você deve estar se perguntando qual a vantagem de ter uma máquina de cartão na sua loja, certo?

Porém, essa prática proporciona muitas vantagens, tanto para os lojistas, quanto para os consumidores. Dentre elas, podemos citar:

Mais segurança

O pagamento parcelado traz mais segurança para o lojista, uma vez que o repasse do vale é garantido, independente do consumidor efetuar o pagamento ou não.

Possibilidade de atrair mais clientes

Oferecer o pagamento via cartão de crédito, é uma forma da empresa conseguir atrair mais clientes e vender para mais pessoas, aumentando seu faturamento.

Facilitar o pagamento

Muitas vezes, os clientes escolhem efetuar as compras parceladas, pois não possuem o valor total em mãos para pagar o produto.

Sendo assim, a empresa flexibiliza o pagamento para os consumidores, garantindo que elas possam seguir com a compra

Mais controle sobre as vendas

Por último, adotar o pagamento via cartão de crédito também é uma estratégia para os lojistas conseguirem acompanhar o recebimento dos valores da empresa.

Assim, é possível provisionar os valores que serão recebidos e tomar decisões mais assertivas para a empresa.

É possível repassar as taxas do cartão para o cliente?

Até aqui, já ficou claro qual a taxa do cartão de crédito para o lojista, certo? Porém, é comum questionar se essas taxas devem ser pagas apenas pelo empreendedor.

As máquinas de cartões de créditos e os parcelamentos têm um alto custo e, para não prejudicar nenhuma parte, é possível diluir os custos entre lojista e consumidor.

Aqui mesmo no blog nós já respondemos a pergunta: A lei me permite cobrar a taxa do cartão de crédito do cliente?

Pois, segundo a Lei nº 13.455, fica autorizado aos lojistas praticarem valores diferenciados conforme a forma de pagamento escolhida pelo consumidor.

Sendo assim, é possível repassar as taxas do cartão para o cliente. No entanto, essa cobrança deve ser clara e justa. Pois, caso o contrário, o cliente pode desistir da compra.

E aí, gostou conhecer mais sobre qual a taxa do cartão de crédito para o lojista? Então, não deixe de compartilhar esse conteúdo com outras pessoas e não esqueça de seguir a Inventa no Instagram!