03/01/2023

O que é um vendedor externo? Vantagens, características e mais

Você sabe o que é um vendedor externo? Se você está procurando uma carreira em vendas, pode ser interessante considerar a possibilidade de se tornar um.

Os vendedores externos são responsáveis ​​por desenvolver relacionamentos com clientes já existentes e outros em potencial, como uma forma de ajudar as empresas a alcançarem suas metas de vendas.

É um trabalho que requer muita energia, fortes habilidades de comunicação e bastante esforço – mas também é extremamente gratificante!

o-que-e-um-vendedor-externo

Mas existem muitas dúvidas em torno da profissão de vendedor externo, como o que realmente faz e quanto ganha.

Por isso, além de explicar o que é um vendedor externo, nesse conteúdo vamos apresentar outras respostas para questões básicas sobre essa ocupação tão importante.

Vamos lá?

O que é um vendedor externo?

Vendedores externos são profissionais que entendem muito bem como conectar produtos ou serviços a pessoas que precisam. Mas, se você já se perguntou o que é um vendedor externo, é porque certamente ainda tem algumas dúvidas.

Bom, um vendedor externo é uma pessoa responsável por fazer a venda de produtos ou serviços para clientes em locais fora da sede da empresa.

Eles geralmente trabalham sozinhos, visitando diferentes lugares para encontrar potenciais compradores e realizar as vendas necessárias.

O objetivo do vendedor externo é aumentar as receitas da organização em que trabalha, estabelecendo novos relacionamentos comerciais e fechando contratos lucrativos.

O vendedor externo se desloca até a casa, empresa ou fábrica dos possíveis compradores para apresentar os produtos que representa, negociar condições e, claro, fechar negócio.

Vale a pena ser um vendedor externo?

Essa é outra dúvida bastante comum de pessoas que desejam saber o que é um vendedor externo e quais as possíveis vantagens desse modelo de negócio.

Ser um vendedor externo pode ser uma carreira gratificante, com muitos benefícios que muitas vezes são ignorados. Por isso, separamos algumas razões que indicam como vale a pena ser um vendedor externo:

Flexibilidade

Como vendedor externo, você tem a flexibilidade de planejar sua própria agenda e escolher quando e onde trabalhar. Isso pode ser especialmente atraente para aqueles que desejam um equilíbrio entre trabalho e vida pessoal ou que desejam trabalhar em horários diferentes.

Possibilidade de ganhar mais

Muitos vendedores externos ganham por meio de uma combinação de salário base e comissão, o que significa que eles têm a possibilidade de ganhar mais. Ou seja,  quanto mais vendem, mais ganham.

Isso pode ser uma ótima oportunidade para aqueles que estão dispostos a trabalhar duro e se esforçar para atingir metas de vendas.

Desenvolvimento de habilidades

Ser um vendedor externo requer uma ampla gama de habilidades, incluindo comunicação, gerenciamento de tempo, apresentação e resolução de problemas. Essas habilidades são valiosas em qualquer carreira e podem ser facilmente transferidas para outras áreas.

Por isso, na sua jornada como vendedor, você poderá aprender e desenvolver habilidades que levará consigo em todos os aspectos da sua vida.

Oportunidade de conhecer pessoas novas

Como vendedor externo, você terá a oportunidade de conhecer pessoas novas e estabelecer relacionamentos com clientes e parceiros de negócios. Isso pode ser uma ótima oportunidade para expandir sua rede de contatos e crescer profissionalmente.

Satisfação pessoal

Muitos vendedores externos relataram uma grande satisfação pessoal em ajudar os clientes a encontrar produtos ou serviços que satisfaçam suas necessidades.

Isso pode ser uma ótima oportunidade para aqueles que se sentem realizados em ajudar os outros e fazer a diferença na vida das pessoas.

Em resumo, ser um vendedor externo pode ser uma carreira gratificante e desafiadora, com muitos benefícios que vão além do salário. Se você estiver disposto a trabalhar duro e se esforçar para atingir metas de vendas, pode ser uma ótima opção de carreira.

Principais características de um bom vendedor

O desejo de ser um bom vendedor externo é super importante, contudo, vendedores de destaque acumulam outras características que ajudam a tornar a função ainda mais promissora.

A boa notícia é que todas as habilidades e características que vamos listar a seguir podem ser desenvolvidas, ou seja, você pode aprender por conta própria ou até mesmo fazer algum curso para aperfeiçoar a habilidade desejada.

De uma forma geral, as principais características de um bom vendedor são:

  1. Persistência: um vendedor externo deve ser persistente e ter a capacidade de se recuperar rapidamente de possíveis rejeições ou fracassos.
  2. Comunicação eficaz: um vendedor externo precisa ser capaz de se comunicar de forma clara e eficaz, tanto na fala quanto por escrito.
  3. Habilidades de gerenciamento de tempo: um vendedor externo precisa gerenciar o próprio tempo de forma eficiente e organizada, já que muitas vezes trabalha sem supervisão direta.
  4. Habilidades de apresentação: um bom vendedor externo precisa fazer apresentações eficazes e persuasivas para potenciais clientes, o famoso “vender o peixe”.
  5. Conhecimento do produto ou serviço: conhecer profundamente o produto ou serviço que está vendendo e ser capaz de responder a perguntas e preocupações dos clientes é fundamental.
  6. Habilidades de resolução de problemas: um vendedor também precisa ser capaz de identificar e resolver problemas que possam surgir durante o processo de venda.
  7. Habilidades de negociação: essa é uma das principais habilidades de um vendedor externo, que precisa ter capacidade de negociação sólida para conseguir fechar vendas e alcançar metas.
  8. Boa aparência e profissionalismo: um vendedor externo precisa se apresentar de maneira profissional e ter uma aparência bem cuidada, que transmita confiança e credibilidade.

E aí, você acha que se encaixa nessas habilidades? Fique tranquilo, o importante é começar!

Quanto ganha um vendedor externo?

Os salários de um vendedor externo variam muito dependendo do tipo de produto/serviço que ele está vendendo, assim como os benefícios adicionais oferecidos pelas empresas.

No entanto, geralmente há uma combinação de salário fixo + porcentagem sobre as vendas realizadas + incentivos especiais (comissões).

Algumas vezes também podem haver remunerações flexíveis onde o pagamento variará conforme resultados obtidos durante determinado período (ex: semana/mês/ano).

Aqui mesmo no blog da Inventa nós já falamos sobre como calcular comissão de vendas, com uma guia prática e fórmula precisa para fazer o cálculo.

Alguns vendedores externos ganham salários base baixos e dependem principalmente de comissões para ganhar a maior parte de seus ganhos, enquanto outros podem ter salários base mais altos e ganhar comissões em menor escala.

Por isso, é difícil fornecer uma faixa de salário específica para os vendedores externos, uma vez que existem muitas variáveis envolvidas.

Como se tornar um vendedor externo?

Existem diferentes maneiras de se tornar um vendedor externo, seja como funcionário de uma empresa ou de forma indireta, como vendedores autônomos, por exemplo.

Mas, independentemente da escolha do tipo de vendedor, é importante considerar alguns aspectos que vão ajudar você a dar os primeiros passos como vendedor externo.

Separamos abaixo algumas dicas rápidas de como se tornar um vendedor de sucesso. Vamos lá?

Escolha um produto ou serviço para vender

Primeiro, é preciso escolher um produto ou serviço que você deseja vender. Considere suas habilidades, interesses e experiência ao escolher um produto ou serviço para vender.

Se você está trabalhando ou deseja trabalhar de forma autônoma, pode comprar produtos no atacado e vender de porta em porta, em empresas ou locais estratégicos.

Na Inventa, você pode comprar mais de 40.000 produtos no atacado, direto do fornecedor e de diferentes categorias, como:

  • Beleza e bem-estar
  • Produtos saudáveis
  • Alimentos e bebidas
  • Produtos para pets
  • Perfumes

E mais.

Estabeleça uma base de clientes

Para ser bem-sucedido como vendedor externo autônomo, é preciso ter uma base sólida de clientes. Isso pode incluir prospectar potenciais clientes, participar de feiras de negócios e networking, eventos e usar o marketing digital para alcançar novos clientes.

Gerencie o próprio tempo

Como vendedor externo autônomo, você será responsável por gerenciar o próprio tempo. Isso inclui planejar suas atividades de venda, estabelecer metas de vendas e gerenciar sua agenda de forma eficiente.

Essa, que é uma das grandes vantagens do modelo de venda externa, é também um dos grandes desafios, afinal, quando gerenciado de forma ineficaz, o vendedor pode ser prejudicado e ver seus resultados ficarem distantes.

Faça apresentações eficazes

Também é papel do vendedor externo fazer apresentações para potenciais clientes. É importante se preparar bem para essas apresentações e ter uma compreensão profunda do produto ou serviço que está vendendo.

Lembre-se de que na maioria das vezes você terá poucos minutos para convencer o cliente, por isso a apresentação é tão importante.

Gerencie o relacionamento com os clientes

É importante manter um bom relacionamento com os clientes para garantir a fidelidade deles. Isso inclui responder rapidamente a perguntas e preocupações dos clientes, fornecer suporte pós-venda e ser proativo em solucionar problemas que possam surgir.

Gerencie o próprio negócio

O vendedor externo, em especial o autônomo, pode ser visto como uma empresa. Por isso,  você será responsável por gerenciar o próprio negócio. Isso inclui cuidar de questões financeiras, como fazer orçamentos e gerenciar o orçamento, bem como gerenciar a documentação e os registros do negócio.

E aí, gostou de saber mais sobre o que é um vendedor externo e quais as principais vantagens? Esperamos que sim.

Continue acompanhando nosso blog para mais dicas, informações e curiosidades sobre o universo do empreendedorismo.